cinema

Desilha 2018

Desilha 2018 Fantasmagorias coloniais   A fantasmagoria é um conceito complexo que ganha força no contexto da expansão colonial das potências européias do século XIX. Reúne as (con)tradições da ótica e da alquimia, inspirando e sendo inspirada pela invenção de media diversos para a impressão e registro de formas que sobrevivem, como herança ou legado, mesmo após sua suposta morte ou desaparecimento. Atuando na convergência entre práticas e saberes físicos e metafísicos através da exploração

Cine Fantasma

CINE FANTASMA Cine Fantasma é uma série de vídeo intervenções urbanas iniciada em 2013 no Rio de Janeiro. Partindo do mapeamento de salas de cinema de rua extintas, baseia-se em um programa que escava memórias das salas – documentais, jornalísticas, crônicas, ficcionais – , desenhando uma cartografia controversa, transcrita em imagens e sons que são levados de volta à rua, entrecruzando práticas de transmissão em tempo real e mixagem dos arquivos colecionados, a fim de

Roma: Cidade Baixa

Roma, cidade baixa                                                                 Fonte: Arquivo Odebrecht S.A. Fonte: Arquivo Odebrecht S.A. “Durante pelo menos quatro décadas – entre os anos 1930 e 1970 – as congregações  desempenharam importante papel no mercado exibidor da cidade, chegando a soma de aproximadamente 8.000 lugares distribuídos em

Desfile Fantasmagorista Amigos do Alheio

Cine Fantasma: Baixa Dos Sapateiros A Professora Paola Barreto, aka Dr. Fantasma convida a comunidade do IHAC para o desfile fantasmagorista “Amigos do Alheio”, intervenção urbana criada no contexto da componente Ação Artística II e que irá percorrer o circuito das salas de cinema desativadas da Baixa do Sapateiro, Sé e Praça Castro Alves.Projetando palavras, imagens e sons nas fachadas dos antigos palácios, hoje em ruínas, o cortejo irá celebrar o espírito dos cinemas de

Tópicos Especiais

TÓPICOS ESPECIAS EMENTA Tópicos Especiais têm ementa aberta, que comporta justamente a elaboração circunstancial de um ponto de pesquisa, experimento ou reflexão, desdobrando aspectos das estéticas e materialidades das artes. COMPONENTE OFERECIDO: 2017.1; 2019.2 SEMESTRE LETIVO SUPLEMENTAR – SETEMBRO A DEZEMBRO DE 2020 Tópicos Especiais em Cultura I EM COLABORAÇÃO COM A PROFESSORA LAURA CASTRO O componente Tópicos… Tópicos Especiais em Arte e Tecnologia EM COLABORAÇÃO COM O PROFESSOR CRISTIANO FIGUEIRÓ Nesta oferta de…

Sistemas Digitais em Artes

HACB14 SISTEMAS DIGITAIS EM ARTES Unidade Temática: “ESTÉTICAS DA VIGILÂNCIA” 2019.1 EMENTA GERAL: Sistemas digitais e sua aplicação em artes. Dispositivos que compõem os principais sistemas digitais. Noções básicas sobre tratamento digital das informações sensoriais: áudio e visual. Aquisição e processamento de sinais gerados por transdutores voltados a área de artes: microfones, câmeras, sensores de posição e movimento, etc. Equipamentos para processamento digital de sinais: computadores, sistemas dedicados, sistemas embarcados. Informação digitalizada: noções de base matemática, conhecimento de sistemas eletrônicos, conhecimento

Introdução ao Cinema e ao Vídeo: Criação e Análise

INTRODUÇÃO AO CINEMA E AO VÍDEO: CRIAÇÃO E ANÁLISE (Oferecida ao Mestrado Profissionalizante em Artes – ProfArtes) EMENTA GERAL: Elementos básicos da comunicação sonora, da comunicação imagética e da comunicação audiovisual. Teorias do som, da imagem e da interação entre som e imagem. Introdução às diversas metodologias de análise fílmica, desenvolvendo instrumental para a análise do campo sonoro e visual das imagens em movimento que compõem a tradição fílmica. Prática de comunicação audiovisual com elaboração de

Ação Artística I & II

HACA04 E HACA37 AÇÃO ARTÍSTICA I & II EMENTA GERAL: “Estudos e reflexão analítica sobre temas culturais relevantes para a formação acadêmica na área de Artes. Aprofundamento e integração de percursos exploratórios a partir de quatro eixos: palavra, imagem, som e corpo. Realizações de ações artísticas em torno da elaboração de produtos.”  ESPECÍFICO: Trabalhar os conceitos de Atlas, Cartografia, Mapeamento e Territorialização/Desterritorialização como ferramentas para a produção e reflexão crítica em arte contemporânea, tomando a observação da cidade como ponto de

XXIII Encontro Socine

XXIII Encontro Socine – Unisinos 08 a 11 de outubro de 2019 “Preservação e Memória Hoje” “Eu rezei uma missa bárbara”: filme e culto na Bahia A maioria das terras da região central da capital baiana é de propriedade da Igreja Católica, e chama a atenção o fato de que um dos primeiros locais a oferecer um programa regular de cinema na cidade tenha sido o Cine Recreio São Jerônimo, inaugurado em 1917 em uma

Ends of Cinema

Ends of Cinema May 3-5, 2018 | A Center for 21st Century Studies Conference at UW-Milwaukee “‘I Prayed a Barbarian Mass’: Cinemas and Cathedrals in Bahia” Most of the lands in the central region of Salvador were (and still are) owned by the Catholic Church, and it is interesting to note that one of the first places to have a regular cinema program in the city was the Recreio São Jerônimo Cinema, founded in 1911