Constelando

Pesquisando sobre constelações para estruturar nosso rio de dados com Rafa e André, me lembrei desse trabalho de outro Rafa, o RG, que é potência purinha.

Do texto dele de apresentação do trabalho:

(…) a constelação estrelar conhecida no hemisfério norte como “Big Dipper” (Ursa Maior) No Brasil a mesma constelação é observada pelos povos Tukano e intitulada Sipé Phairó.

Quando a constelação  Sipé Phairó (Jararaca do ânus grande)  fica visível no céu do alto Rio Negro, nos dizem o povo Tukano que a jararaca aparece nos rios da região e ao encostar seu ânus na água ela o abre e os peixes entram por ele, ficando escondidos e protegidos de seus predadores e da pesca no interior da cobra. Isso significa o fim do período de pescas para tais povos. Nos meses do ano em que a constelação Sipe Phairó não fica visível, os peixes voltam do período reprodutivo e é possível pescar novamente.

Pedi a Lucas orientação sobre a constelação pois me lembrava de uma narrativa sobre uma constelação que ele me havia contado, mas ele explicou que aquela era a de Tatu, e essa é a jararaca. Existem constelações correspondentes a vários animais.   Ele então lembrou da conversa entre Jaime Diakara (Desana) e Ailton Krenak.

 

Lucas ainda nos presenteou com um outro vídeo, de Zezinho Yube sobre a importância dos grafismos. Aguardo as notas de Rafa Diniz para avançarmos na viualização.
Inscreva-se
Notify of
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments

Últimos Posts

Mapa mental

Mapa mental Mapa construído apos nossa primeira reunião.   Últimos...

Leia Mais
0
Clique e comente!x